PUBLICAÇÕES E INFORMATIVOS

Pulicações e Informativos.

IMPOSTO DE RENDA 2020

O serviço de confecção e envio será feito na Sede no horario de expediente previsto da CABEN, por odem de chegada a partir do dia 02 de março e encerrando em 30 de abril.

                                                                     

Quais os documentos necessários para declarar o IRPF 2020?

1- Comprovantes de todos os rendimentos auferidos no decorrer do ano;
2- Informes de rendimentos das contas bancárias que tenha;
3- Comprovantes de eventuais despesas com instrução, tanto própria quanto dos dependentes;
4- Comprovantes de despesas com planos de saúde, médicos, dentistas, psicólogos, dentre outras despesas médicas dedutíveis;
5- Comprovantes de contribuições à previdência social e/ou a entidades de previdência privada;
6- Documentos comprobatórios das importâncias pagas a título de pensão alimentícia, quando em cumprimento de decisão judicial ou de acordo homologado judicialmente;
7- Documentos de aquisição e de venda de bens móveis e/ou imóveis;
8- Comprovantes das dívidas que eventualmente tenham sido contraídas no decorrer do ano;
9- Informações sobre bens, rendimentos e despesas da atividade rural;
É importante que o contribuinte se lembre que todos os rendimentos, despesas dedutíveis, bens e dívidas listados na declaração têm de ser informados em relação ao próprio contribuinte e em relação aos seus dependentes.
É comum que os titulares da declaração se esqueçam de reportar os rendimentos auferidos pelos seus dependentes, o que acarreta a imediata inconsistência entre as informações prestadas pelo contribuinte e pelas fontes pagadoras à Receita Federal do Brasil, provocando a inclusão na malha fina.




Devo escolher a declaração completa ou simplificada?

A resposta depende tanto da natureza dos rendimentos que o contribuinte aufira (se rendimentos tributáveis ou isentos, por exemplo), quanto do montante das despesas dedutíveis que o contribuinte tenha no ano. Exceto os contribuintes que pretendam compensar imposto pago no Exterior, todos os demais podem optar pela declaração no modelo simplificado. A opção pelo desconto simplificado implica a substituição de todas as deduções admitidas na legislação por um desconto correspondente a 20% do valor dos rendimentos tributáveis na declaração, limitado a R$ 16.754,34. Assim, ao contribuinte que não tenha despesas dedutíveis que superem o valor correspondente a 20% de seu rendimento tributável, será recomendável que opte pelo modelo simplificado da declaração. Caso o contribuinte opte pelo modelo completo, é importante que ele tenha a documentação hábil e idônea que comprove suas despesas dedutíveis. Por outro lado, caso o contribuinte não tenha auferido rendimentos tributáveis durante o ano, o modelo adotado não interferirá no resultado, pois eles são os únicos rendimentos que têm a tributação efetivamente ajustada na declaração, logo, na sua ausência, não haverá imposto a pagar ou a restituir (saldo zero).